Saudade


Diz saúde menino!
Diz obrigado!
Agora a prece e a comida!


e nas alegrias senfins do aprender adolescer
dona Cândida era mestra das obrigações meninas
e dos ready-mades simsenhores dos cafés
(que eu não conhecia.)


tudo em sua boca era viva poesia
e coração.

 

Published in: on 16 de julho de 2013 at 21:50  Comments (1)